abril 20, 2010

A tampa da privada e a igualdade dos direitos

"Abaixe a tampa da privada!" gritava ela lá da sala. E quando eu perguntava o motivo de eu ter que abaixar a tampa da privada, me respondia que era para que ela não tivesse que abaixá-la quando fosse sua vez de ir ao banheiro.

Isso sempre me deixou puto, pois algo não fazia sentido lógico nessa discussão!

Já me disseram que não vale à pena um homem discutir com uma mulher, pois homens gostam de ter discussões lógicas (mesmo que sofre assuntos ridículos, como quem ganharia uma briga entre o homem-aranha e o Batman), coisa que mulher não entende - ou até entende, mas de uma forma ilógica, para os padrões lógicos de lógica.

Mas até aí não havia eu tomado consciência de que essa afirmação não era apenas mais um capítulo da eterna, e lúdica, guerra dos sexos, mas sim uma verdade absoluta.

Passei então a analisar, logicamente, o argumento de nós, homens, termos que abaixar a tampa da privada após termos terminado nosso xixizinho. Decidi então por fazer uma simulação dos dois lados da estória, com a hipótese de que ela estivesse certa (ou seja, que o correto é que eu abaixe a porra da tampa da privada depois de mijar):

Vejamos, passo a passo, a ida do homem (eu, no caso) ao banheiro para tirar a água do joelho::

1 - entro no banheiro
2 - levanto a porra da tampa da privada
3 - abaixo a calça, bermuda, shorts, pijama, cueca ....
4 - seguro a ferramenta
5 - mijo
6 - chacoalho três vezes (mais que três vezes tem outro nome!)
7 - guardo a ferramenta
8 - subo a calça, bermuda, shorts, pijama, cueca ....
8.a - última gota é na cueca (dos impostos, da morte e da última gota na cueca ninguém escapa)
9 - abaixo a porra da tampa da privada
10 - dou descarga
11 - lavo a mão (há a escola do 'lavo a mão antes do xixi' mas essa discussão é para depois, o importante é lavar a mão após)
12 - saio do banheiro

Agora analisemos, passo a passo, a ida da dona da pensão ao banheiro (lembrando que estamos trabalhando com a hipótese - absurda - dela estar certa quanto a quem deve abaixar a tampa da privada)::

1 - entra no banheiro
2 - olha no espelho
3 - arruma o cabelo
4 - faz sei lá o que com a roupa
5 - senta
6 - olha no espelho
7 - olha o esmalte
8 - faz o xixi
9 - limpa o xixi (alguns homens também o fazem, é higiênico, mas dada a máxima da última gota, é dispensável e inútil)
10 - olha no espelho
11 - levanta
12 - faz sei lá o que com a roupa
13 - dá descarga
14 - lava as mãos (espero eu)
15 - olha no espelho
16 - dá uma lixadinha na unhas
17 - suspira pensando que podia ter uma amiga com ela no banheiro para elas fazerem juntos sei lá o que é que duas mulheres sempre fazem no banheiro
18 - retoca o batom
19 - sai do banheiro

Eliminando os passos inúteis (2, 3, 6, 7, 10, 15, 16, 17 e 18)  temos 10 passos para a mulher contra 12 passos para o homem. Para qualquer pessoa que pode somar, fica óbvio que a disparidade de 2 passos pode ser melhor dividida para os dois membros do casal, e, pasmem, qual o passo que pode ser eliminado do algoritmo masculino? Qual? Chuta?

Isso mesmo, C.Q.D. o passo é 'abaixar a porra da tampa da privada'!!!!!!!!!

Vocês mulheres que se virem, a partir de hoje, direitos iguais, se eu tenho que levantar pra usar, você que abaixe na sua vez .....

4 comentários:

  1. Esse é o grande Serpa, você devia trabalhar em Marketing....fui. Anderson

    ResponderExcluir
  2. Alexandre, há algumas pequenas controvérsias...Eu procuro baixar a tampa da privada, pois quando faço numero 2, a tampa funciona como uma espécie de dissipador de metano.
    Tenho receio de explodir o banheiro caso ao apagar a luz cause uma pequena centelha que seria suficiente para por aos ares a minha residencia. Ok. Você pode dizer que xixi não gera metano, mas cheira mal para cacete depois que se toma muita cerveja ou volta da corrida. Engraçado, mas depois de correr, acho que todas toxinas se acumulam na bexiga, pois minha urina fica insuportável...

    Com este costume, confesso que tenho poucos problemas com a dona da pensão...

    Por favor, continue a nos inspirar com seus comentários...

    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Para "leigos" que irão ler o texto, creio que deveria ter um * explicando o que seria o C.Q.D.

    Abraços,

    Engenheiro

    ResponderExcluir
  4. Salve Sr Dr Seo Engenheiro (seria de alimentos?)

    Para os leigos, C.Q.D., oficialmente vem a sumariar o termo da demonstração matemática "Como Queríamos Demonstrar".

    No texto em questão, cabe mais a explicação que a mim se aplicava à época da faculdade, no velho e bom Ibilce

    "'C'em Querer Demonstrei"

    ResponderExcluir